Revalidação de Diplomas de Medicina

mulher medicina medica 1520546983906 615x300

MEC divulga regras para novo Revalida; prova pode ser feita digitalmente.

 Segundo o MEC, o Revalida terá duas aplicações ao ano. A prova poderá ser realizada digitalmente, após parceria do órgão com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), a Universidade Federal do Ceará e também a National Board Medical Examiners.

O exame será dividido em duas etapas: a primeira será teórica e a segunda avalia as habilidades clínicas. A primeira etapa é eliminatória para a segunda. Caso o candidato não seja aprovado na última, ele não precisará realizar a primeira novamente.

O programa poderá ser aplicado por universidades públicas e também privadas. No caso das instituições de ensino particular, é preciso que estas tenham sido avaliadas no Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior) com nível 4 ou 5.

O programa será acompanhado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Outra novidade é que o exame será custeado pelos alunos, que terão de arcar com os custos da taxa de matrícula. A primeira prova custa o equivalente a 10% do valor mensal da bolsa de um médico-residente (R$ 330) e a segunda será o valor total (R$ 3.300)

  • Formiga - MG
  • São Paulo - SP