Sem Vestibular

Isso mesmo! Na Argentina não existe vestibular. O acesso à universidade é garantido por lei à todas as pessoas que já concluiram o ensino médio.
 
Você ainda pode escolher entre estudar em uma universidade pública ou particular. Sendo a diferença entre elas o método de ingresso.
 
Na UBA, a universidade pública de Buenos Aires, o aluno é matriculado no CBC (Ciclo Básico Comum), onde deve estudar 6 matérias durante o primeiro ano. Estas matérias estão compostas por 4 matérias do ensino médio e 2 matérias do curso de medicina. Para aprovar e passar para o próximo ano de medicina, o aluno deve ter o aproveitamento de 60%, sem ter que concorrer a vagas.
 
Na faculdade particular Hector Barceló, o aluno deve aprovar o pre-grado, composto por 6 matérias, todas elas já relacionadas ao curso de medicina. O curso de ingresso ou pre-grado pode ser feito em 3 ou 8 meses, onde o aluno deve ter o aproveitamento de 60%, sem concorrer vagas com outros estudantes, ou seja, só depende de você.
 
Outra diferença entre a universidade publica e particular, é que na universidade particular, as turmas têm um número reduzido de alunos e você tem mais contato com os professores. Além disso, a mensalidade do curso de medicina na Argentina comparado com o Brasil é bem mais econômico, sendo em torno de R$ 900 reais.
 
Os alunos que optam pela universidade particular têm um gasto médio de R$ 3mil reais para estudar e viver na Argentina, incluindo transporte, moradia, alimentação, material didático e mensalidade da faculdade. Já os alunos que estudam na universidade pública – UBA, tem um gasto aproximado de R$ 2mil reais.
 
Quer saber mais sobre estudar medicina na Argentina? Entre em contato com nossos atendentes.
 
Já estamos com matriculas abertas para 2020!
  • Formiga - MG
  • São Paulo - SP